Internet sem fio
Tipos de Internet sem fio
Instalação
Segurança
Fale conosco
Mapa do site







Internet sem fio
wirelessconnection
 O mercado está crescendo e a busca por uma comunicação móvel, confiável e veloz aposta em uma tecnologia capaz de mudar a trajetória do acesso à Internet.

A tecnologia Wireless, que significa, em inglês, wire – fio, less – sem, é um tipo de comunicação sem fio.  Conhecida como Wi- Fi (Wireless Fidelity), é o conjunto das tecnologias sem fio ,capazes de conectar vários aparelhos.
 
A internet surgiu em 1969, através de uma grande rede de dados que utilizavam cabos interligados para transmitir informações através da linha telefônica. Além do custo com as redes cabeadas serem altos, ela não alcança longas distâncias, possuem pouca flexibilidade, pois se mudarmos um computador de lugar teremos que aumentar o volume de fios, entre outras desvantagens.

Para isso, surge a internet sem fio ou Wireless. Quem nunca sonhou em entrar em seu escritório e já começar a trabalhar com seu notebook via internet? Essa tem sido uma opção para aqueles que querem se livrar da desvantagem dos cabos. Os avanços tecnológicos proporcionaram, com uso de redes sem fio, diversas opções de acessar a internet : telefonia celular, satélite, GPS e GSM (transmissão de dados móveis) e outros.

No período de guerras, surgiu a Internet, assim como as outras tecnologias sem fio. Os militares precisavam de uma forma mais simples e segura para trocar informações de combate, e essa era usada estrategicamente.

O estudo iniciado na Segunda Guerra Mundial evoluiu os métodos de modulação, trazendo alta imunidade a ruídos, dificuldade de intercepção ou monitoramento e baixa interferência de outros sistemas. Ao final da Guerra Fria, empresas, faculdades e pessoas comuns começaram a utilizar a Internet e, atualmente, as redes Wireless foram ganhando espaço.
 
Foi lançada em 1995 a primeira tecnologia Wireless, o Bluetooth, desenvolvido pela Ericson. A tecnologia tinha o objetivo de conectar telefones móveis e outros aparelhos através de ondas de rádio.

padrão 802.png
 
Apostando na tecnologia sem fio, em 1997, o organismo regulador IEEE (Institute of Electrical Electronics Engineers) publicou o protocolo 802.11 e liberou as faixas de frequência de forma que elas não tivessem licença para operar das LANs sem fio.
 
Foram utilizadas as mesmas ondas AM/FM, do rádio, na internet sem fio, nas faixas de frequência 2.4 Ghz ou 5 Ghz. No Brasil, o uso da frequência somente é autorizado pela Anatel para fins comerciais.
 
A empresa Wi-Fi Alliance é uma associação de empresas, criada para espalhar o uso das redes sem fio. Nasceu em 1999, com o nome de Ethernet Compatibility Alliance (WECA) e em 2003, passou a ser Wi-Fi. Eles trabalharam com o padrão 802.11 e licenciaram os produtos baseados na tecnologia sem fio. A partir daí, surgiram outros padrões para adequar as redes sem fio à Ethernet e torná-la mais rápida.

Dependendo da área de abrangência das ondas eletromagnéticas, foi classificado o tipo de rede wireless:

  • WPAN – redes pessoais ou de curta distância de 10 a 20 metros. Ex. Bluetooth.
  • WLAN – redes locais sem fio. Ex.: Rede doméstica.
  • WMAN - redes metropolitanas. Ex.: Aeroportos.
  • WWAN – redes geograficamente distribuídas ou de longa distância. Ex. Rede das operadoras de celulares, pagers e trunking.